Okido Yoga Cidade Baixa Porto Alegre fone 51 3227 1640
HOME
OKI DO YOGA MEDITAÇÃO SHIATSU CHI KUNG TAI CHI EMF
 
Artigo publicado no Jornal Bem Estar nº64 dez/08 - Porto Alegre RS
 
O VERÃO E SEUS DESAFIOS

Alcançar o humano pela via do coração é dever inadiável da nossa
existência, ensina o Yoga, e o verão pode reacender essa chama.

ODILA ZANELLA

Rodamos todas as estações na espera do verão pelo seu significado, mas temos que nos adaptar ao seu clima – o calor. Assim, o recebemos com programas de descanso - férias, viagens, mar e pouca roupa. Mas, por trás desta quebra de rotina, estão os impulsos à comunicação, socialização e companheirismo, tal como o faz o coração com sua rede de animação - impulsos, no interior do nosso ser.
VERÃO, FOGO E CORAÇÃO
Verão é o auge de um ciclo. É quando paira, na atmosfera do nosso planeta, a manifestação máxima da energia yang que se sintetiza no elemento fogo, na visão chinesa. E sua expressão, no homem, é acolhida pelo coração.
A condição equilibrada do nosso ser é sentir-se aquecido, em todas as estações, pelo fogo do coração. O coração tem seu próprio calor, resultado de um pulsar que se propaga. É um agradável calor cujas mãos e o abraço o torna compartilhável.

Mas não é bem assim! Em alguns corações a chama se eleva mais e, em outros, lhe falta. O verão vem para reanimar a chama de todos, com sua intensa luz vermelha, mas o coração, como órgão, se sente perturbado na sua função.

Então, temos dois desafios: proteger o coração do acréscimo de calor oferecido pelo verão e fazer ressoar, manter, estas labaredas luminosas ao longo das intempéries de outras estações.

AMENIZAR O CALOR

Toda atividade que produz calor deve ser diminuída para favorecer o coração e o meio ambiente. Nada de pressão, pois o momento é de expansão. Amenizar compromissos com férias. E tudo o que agita, inquieta e magoa, deixar prá lá. As idas ao mar, onde a água nos refresca e recebe o excesso de “carga”, polariza o coração. É uma necessidade para quase todos os corações.

Na prática do yoga, o verão deve ser recebido com posturas mais abertas, estáticas, passivas e espraiadas. Exercícos respiratórios, pranayamas e sons que aquecem são adiados para outras estações.

O SIGNIFICADO DO VERÃO

O verão significa abrir-se para uma rede de comunicação; gerar sensibilidade para expor o íntimo, cruzando o coletivo para estar em companhia e sentir felicidade de se fazer existir. Sair da “telinha”, sim. Substituir os impulsos comunicativos das máquinas pelos do coração. O biomagnetismo do nosso ser deve ser exercitado para manter e expandir o companheirismo que perdure, além do verão. Reconhecer esta força é sabedoria. O segundo desafio é de uma dimensão mais espiritual. Através do yoga, faremos algumas referências práticas e teóricas que nos ajudem a manter essa chama diária, que esta por conta do coração, quando o verão se vai... E mais, há de se conhecer o fogo, tão substituído pelos aquecedores no inverno. Nossos antepassados o acendiam todas as manhãs. A criança deve experimentá-lo, como fogo, e, sentí-lo, nas mãos de quem a segura.

Seguir as Leis da Natureza é abrir-se para uma dimensão espiritual. Aprender com as estações é um bom começo. A natureza do coração é ser livre para experienciar o amor universal. Na prática do yoga é fundamental gerar centralidade a nível torácico – o terceiro tantien – ponto no centro do peito, ou melhor, um cruzamento de forças harmônicas que influência diretamente o coração, respiração e circulação do sangue. E corresponde à esfera dos sentimentos, condição que ameniza emoções.

A natureza do coração é
ser livre para experienciar
o amor universal

OS CHAKRAS DA ALEGRIA E DA PAZ

Na visão do yoga Indiano, hridi chakra e anahata chakra garantem as sutis virtudes para encerrar esta conversa: o primeiro situa-se sobre o coração, busca a tranqüilidade como relação, conhecida como paz espiritual. E, é, nesse coração tranqüilo que a mente gosta de morar, diz a sabedoria chinesa. O segundo busca, como ligação espiritual, estar alegre e, a ausência desta emoção ou estado espiritual, é a causa do enfraquecimento imunológico.

Manter este chakra fortalecido significa aumentar a esperança do coração que aspira tornar-se um Coração Humano.

  Namaskar!
Odila Zanella é professora de Oki do Yoga em Porto Alegre RS
VOLTAR PARA ARTIGOS   CONTATO